São Cristovão, Sergipe – Patrimônio da Humanidade

Praça em São Cristovão

A cidade de São Cristóvão foi fundada entre o final do século XVI e inicio do XVII. Houve uma guerra, conhecida como Guerra Justa, confronto entre índios e portugueses, e que recebia o nome de justa, pois a Igreja Católica apoiava os europeus nessa empreitada, que se iniciou na região em Dezembro de 1589 e terminou em Janeiro de 1590. Com a vitória dos portugueses foi criada então São Cristóvão. O nome foi escolhido em homenagem a Cristóvão de Barros, homem que liderou o exército na última batalha.

 

Praça São Francisco - Patrimônio da Humanidade em São Cristovão, Sergipe
Praça São Francisco – Patrimônio da Humanidade em São Cristovão, Sergipe

Distante pouco mais de 20 km de Aracaju, a cidade conta com cerca de 10 prédios tombados pelo Patrimônio Histórico e Cultural Nacional, sendo todos localizados na parte alta de São Cristóvão. Por causa disso ela é considerada Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 23 de Janeiro de 1967. Lembrando também que São Cristóvão foi a primeira capital do estado de Sergipe, a transferência do título para Aracaju ocorreu no ano de 1855.

A Praça São Francisco recebeu, em 2010, o título de Patrimônio da Humanidade concedido pela UNESCO. O sítio histórico foi o resultado das Ordenações Filipinas, lembrando que durante esse período Portugal e Espanha estiveram unidos pela mesma coroa, período esse que ficou conhecido como União Ibérica.

Museu de Arte Sacra em São Cristovão, Sergipe
Museu de Arte Sacra em São Cristovão, Sergipe

Dentro da cidade existem vários pontos de visitação, principalmente igrejas e museus. O Museu de Arte Sacra é o local que merece grande destaque, afinal é o terceiro maior em arte sacra do país. Foi também em São Cristóvão que a Irmã Dulce começou a vida dela religiosa, viveu na cidade durante cerca de 1 ano e 9 meses. Com relação à culinária a cidade conta com as famosas queijadas, considerada patrimônio estadual, e os bricelets, biscoitos comercializados no Lar Imaculada Conceição. Eles são uma herança das irmãs suíças que moraram durante algum tempo na cidade.

 

O famoso Bricelet de São Cristovão. Uma receita secular de sabor muito peculiar! Venha experimentar!
O famoso Bricelet de São Cristovão. Uma receita secular de sabor muito peculiar! Venha experimentar!

São Cristóvão possui uma arquitetura belíssima, parece que a cidade parou no tempo, graças ao seu belo estado de conservação, marcando um período na história do nosso país, onde a Igreja Católica era a instituição com maior força.

 

Gostou deste artigo? Faça como muitos outros leitores!

Seja um assinante Viagem e Arquitetura!

E receba atualizações, dicas e muita coisa legal para tornar ainda melhor sua próxima viagem!

É super simples e não leva nem 2 minutos!

Não fazemos spam! Odiamos isto também!

E você pode se descadastrar a qualquer momento!

 

 

Jorge Maklin é historiador, formado pela UFS, Universidade Federal de Sergipe. Responsável pelas preciosas informações no espetacular Museu de Arte Sacra de São Cristovão, Sergipe. Um dos maiores e mais importantes do Brasil e do mundo. vale a pena a visita.

About Convidado

Check Also

Roma

10 Regras de etiqueta a bordo de aviões que você precisa conhecer hoje mesmo! – Infográfico

iajar é sem dúvida o desejo e aspiração de muita gente! Quem afinal de contas …

La mano Punta del este

Um passeio por Punta del Este, Uruguai – O que fazer e o que conhecer!

  Uruguai é o país mais surpreendente da América do Sul! Neste post vamos passear por …

alberobello

Alberobello, Itália. Um tesouro escondido que poucos conhecem!

Esta cidade da Itália, que poucos além dos próprios Italianos conhecem, é Patrimônio Mundial pela …

Obrigado por ler nosso post! Você gostou? Qual a sua opinião sobre ele?