Conhecendo o melhor de Roma em 4 dias – 4ª Parte

Piazza del Poppolo

Roma vai se descortinando dia após dia aos nossos olhos. Neste roteiro do melhor de Roma, procuramos trazer os mais importantes pontos turísticos da cidade, agrupados de uma forma fácil de se encontrar por sua proximidade e por vezes pelo melhor acesso. Uma cidade belíssima e cheia de vida, marcada pela história que parece estar presente em cada parede, em cada esquina, em cada vendedor de rua e em cada carro que passa. Andar por Roma a pé ou de transporte é de fato uma experiência que nunca poderemos esquecer. Por isto repito aqui as palavras do nosso primeiro post: “Per conoscere Roma non basta una vita”

Este é o nosso último dia na cidade eterna e esta série de posts já nos deixa com saudades!

Conhecendo o melhor de Roma em 4 dias – 4ª Parte.

 

Piazza Bocca della Verità

 

 

Templo na Piazza della Buca de la Verita.
Templo na Piazza della Buca de la Verita.

O dia começa na Piazza della Bocca della Veritá onde você poderá admirar dois templos republicanos do século II a.C.: o Templo de Portunus (deus dos rios e portos) e o de Hércules. Neles elementos combinados das arquiteturas grega e romanas podem ser encontrados. Das 20 colunas coríntias só uma não é mais original. Sobrevivem até hoje porque na Idade Média foram transformados em igrejas cristãs.

Também do Século II encontra-se ali pertinho, no rio Tibre, as ruínas da Pons Aemilius, antiga ponte de pedra construída em 179 a.C. que hoje é conhecida como Ponte Rotto que significa ponte quebrada.

 

 

Piazza della Bucca de la Verità
Piazza della Bucca de la Verità

Mas o que atrai mais turistas nessa área é a igreja de Santa Maria in Cosmedin. Construída no século VI aonde era antes o mercado da cidade, possui um piso lindo em mosaico de mármore.

 

Bucca de la Verità - Tire sua foto clássica, mas seja rápido!
Bucca de la Verità – Tire sua foto clássica, mas seja rápido!

No pórtico de entrada fica a famosa Bocca della Verità que segundo a lenda mordia a mão de quem não falasse a verdade, esse artifício era usado para testar a fidelidade das esposas e foi cenário de um dos clássicos de Hollywood, A princesa e o Plebeu com Audrey Hepburn e Gregory Peck. A fila para tirar a clássica foto é sempre grande.Se tiver paciência, entre na fila e tire sua foto clássica. mas lembre-se: Haverá sempre alguém esperando atrás de você, portanto chegue no lugar já tendo em mente que pose vai usar e quantas fotos vai bater.

 

Awdrey Hepburn e Gregory Peck
Awdrey Hepburn e Gregory Peck

Circo Massimo

 

Circo Massimo - Uma visão do Palatino ao fundo.
Circo Massimo – Uma visão do Palatino ao fundo.

Subindo a via della Greca  – e que subida cansativa – você entrará na via del Circo Massimo. Pare ali na parte mais alta e descanse. Vale a pena, pois o lugar é belíssimo. Dali você terá uma nova visão do Palatino e de algumas construções que você provavelmente não viu antes em sua visita ao Palatino, em nosso segundo dia.

Se você se impressionou com os 7 incríveis fatos sobre o Coliseu Romano, irá ficar ainda mais impressionado com o Circo Massimo. Se o Coliseu abrigava sem nenhum dificuldade cerca de 50 mil pessoas, o Circo Massimo recebia 5 vezes mais do que isto. O gigantesco stadium acomodava em suas arquibancadas mais de 300 mil pessoas. Era objeto de orgulho da cidade de Roma e foi continuamente embelezado no decorrer dos anos até o ano das últimas corridas por volta de 549DC.

 

Circo Massimo - Reprodução do seu apogeu. Observe a comparação com o Coliseu ao fundo.
Circo Massimo – Reprodução do seu apogeu. Observe a comparação com o Coliseu ao fundo. Fonte: http://i.ittvoltam.hu/p/00/03/73/88/20322a.jpg

O lugar era tão espetacular e tão profundo, que ainda hoje nas escavações da cidade de Roma é tarefa quase impossível se chegar ao seu fundo. No presente elas foram descontinuadas, mas a área é de preservação. Hoje o lugar é pouco mais que um imenso parque, uma esplanada verdejante aos pés do monte Palatino.

 

Circo Massimo e Palatino
Circo Massimo e Palatino

 

Circo Massimo e Palatino
Tire boas fotos aqui! O visual é espetacular!

 

 

Mapa Circo Massimo
Mapa Circo Massimo

Se for hora do almoço, ao final do metrô Circo Massimo, de onde partiremos para nosso próximo destino, bem na esquina, encontramos um ótimo lugar para almoçar ou fazer um lanche rápido. A comida é bem característica da Itália com muito molho e muita massa. As filas são grandes mas há muitos lugares. Um bom lugar. Após o almoço, é hora de partirmos de metrô em direção ao nosso próximo destino!

Piazza del Popolo

 

Piazza del Popolo
Piazza del Popolo

 

Logo ao desembarcar do metrô você se deparará com a histórica Porta del Popolo que foi encomendada no século XVI pelo papa Pio IV Medici ao arquiteto Nanni de Baccio Bigio que inspirou-se em um arco romano. Sua face interna foi decorada um século depois por Bernini a pedido do papa Alexandre VII em homenagem a visita da rainha Cristina da Suécia.

Passando pela Porta você estará na Piazza dell Popolo, que até chegar ao que é hoje passou por várias etapas. O obelisco central que foi trazido do Egito para decorar o Circo Massimo foi inserido na praça a pedido do papa urbanista Sisto V. Depois de 1 século as igrejas que são símbolo da praça foram construídas e no século XIX Giuseppe Valadier projetou o grande espaço oval que é hoje.

 

O Obelisco da Piazza que pertencera ao Circo Massimo.
O Obelisco da Piazza que pertencera ao Circo Massimo.

As igrejas Santa Maria dei Miracoli e Santa Maria in Montesanto, foram projetadas pelo arquiteto Carlo Rainaldi que precisava deixar as igrejas simétricas a fim de deixar um ponto central na praça. Como o lado esquerdo era mais estreito que o direito, o arquiteto resolveu o problema fazendo a cúpula da igreja da esquerda circular e a da direita oval e quando vistas de frente são simétricas e não se percebe esse detalhe. Fique próximo do obelisco para perceber este detalhe. faz pouca diferença pois elas são lindas de toda maneira!

 

A simetria perfeita da Piazza del Popolo.
A simetria perfeita da Piazza del Popolo.

Do outro lado da praça fica a igreja de Santa Maria del Popolo que guarda tesouros como a Capela Chigi projetada por Rafael e a pintura de Caravaggio que retrata a crucificação de São Pedro.

Piazza di Spagna

 

Placas em Roma.
Siga as placas!

Seguindo pela via del Babuino você chegará à espetacular Piazza di Spagna que está sempre cheia. Chegando à Piazza de Spagna você sentirá o impacto de tamanha beleza. O lugar é maravilhoso! Uma fonte barroca projetada por Bernini em forma de barco, a Fontana dela Barcaccia fica na base da Scalinata di Spagna.

 

Escalinata de Espagna
Sempre cheia a Escalinata de Spagna. Não deixe de subir estes degráus!

No caminho aproveite para curtir as mais variadas vitrines do mais luxuoso bairro comercial da cidade. E que vitrines! Nessa área muitos estilistas novos e outros já consolidados como Valentino, Armani e Versace tem suas lojas. A via Condotti e as outras em volta dela são repletas de lojas com artigos em couro, antiquários, etc. Caso queira um cafezinho vá no famoso Caffè Grego, fundado em 1760 já foi frequentado por muita gente famosa como Byron, Goethe, Wagner e Casanova.

Estátuas na Piazza de Spagna

Descansar nos degraus da Scalinata de Spagna projetados por Francesco de Sanctis em 1722 , é o que faz muita gente. Só não vá comer aqui. É proibido! Suba até o topo da Scalinata e siga em direção a Piazza Barberini, lá próximo na Via Veneto você poderá visitar a famosa cripta dos frades Capuchinhos ornamentada por ossos e crânios dos frades mortos durante um século, formando um enorme monumento mori, que nos faz refletir sobre a morte e a vida até na saída quando lê-se a seguinte inscrição em latim : “ Nós éramos o que você é. Nós somos o que você será”.

 

E assim concluímos nossa aventura de 4 intensos dias em Roma, a Cidade Eterna. Sabendo que não fizemos tudo o que gostaríamos, fica o pretexto para voltarmos um dia.

Ainda bem que não esquecemos de jogar a moedinha na Fontana de Trevi.

Fontana di Trevi

Se você desejar ler os posts anteriores poderá fazê-lo nos links abaixo:

Dia 1 – Roma 1º dia.

Dia 2 – Roma 2º dia.

Dia 3 – Roma 3º dia.

Um grande abraço e até a próxima!

3d postman with envelope and bag

Está gostando deste artigo? Faça como muitos outros leitores!

Seja um assinante Viagem e Arquitetura!

E receba atualizações, dicas e muita coisa legal para tornar ainda melhor sua próxima viagem!

É super simples e não leva nem 2 minutos!

Não fazemos spam! Odiamos isto também!
E você pode se descadastrar a qualquer momento!

 

About Hyparrhenia Queiroz

Hyparrhenia é Arquiteta e apaixonada por viagens.

Check Also

cancun-familia

O que fazer em Cancún: Dez coisas que você não pode perder!

Mesmo que você passe um mês em Cancún não faltarão atrações diferentes para você realizar …

cancun-capa

30 Dicas para você planejar sua viagem para Cancún

Cancún é um dos destinos mais badalados e visitados do mundo! Suas praias são paradisíacas e …

Vale do Catimbau Arruma MTur

O Parque Nacional Vale do Catimbau – Relato de Viagem

Localizado na cidade de Buíque no estado de Pernambuco, há cerca de 280 km do …

Obrigado por ler nosso post! Você gostou? Qual a sua opinião sobre ele?