10 Lugares absolutamente impressionantes em Portugal que você precisa conhecer!

Azulejo Sagres

Portugal é um dos países mais fotogênicos do Velho Continente. Aqui você vai encontrar paisagens espetaculares, mosteiros góticos, igrejas gigantescas e praias escondidas de acesso quase impossível! Este artigo traz para você 10 lugares absolutamente incríveis de Portugal e nós garantimos que no número 5 você já estará de malas prontas!

Portugal precisa ser descoberto!

Padrão dos descobrimentos

Portugal oferece uma impressionante variedade de experiências para os visitantes. Dentro de distâncias curtíssimas podemos passar por áreas de montanhas escarpadas e cidades medievais a áreas metropolitanas e logo em seguida praias espetaculares e destinos secretos. A mudança de cenário é incomparável dentro do continente e ainda maior se formos às ilhas dos Açores que é um paraíso por si só.

Portugal não é um lugar de passagem, como muito os fazem para se dirigirem a outros países. Explorar Portugal é um passatempo que trará recordações fortes e muito difíceis de esquecer! Neste post trazemos 10 lugares impressionantes que poucos conhecem e que encanta e marcará muito sua visita! Venha descortinar os mistérios destes impressionantes lugares!

Vamos conhecer? Esteja preparado!

 

Os 10 Lugares mais Impressionantes de Portugal.

1

Palácio Nacional da Pena – Sintra

Um exemplar notável da Arquitetura Portuguesa.

Parque Nacional de Pena - Sintra.
Parque Nacional de Pena – Sintra.
Fonte: http://www.parquesdesintra.pt/
Constitui o mais completo e notável exemplar de arquitetura portuguesa do Romantismo. Edificado sobre uma elevada rocha, a cerca de 500 metros de altitude foi criado para ser visto e admirado de todas as áreas do parque. Para se chegar até ele se sobe uma rampa acentuadíssima criada pelo Barão de Eschwege.

A construção em si remonta dos meados de 1839 e ocorreu após a aquisição das ruínas do Mosteiro Jerónimo de Nossa Senhora da Pena que tinha sido erguido no topo da Serra de Sintra em 1511 pelo rei D. Manuel I e se encontrava abandonado e sem função desde 1834 com a extinção das famosas ordens religiosas.

O convento compunha-se do claustro e algumas dependências, da capela e sacristia e ainda uma torre, que ainda hoje constituem o núcleo norte da construção chamada de Palácio Velho. Em 1843 o lugar ainda carecia de cuidados, de forma que o rei decidiu por uma grande ampliação, criando assim o Palácio Novo, com salas ainda mais suntuosas e espaçosas, como é o caso do Salão Nobre. Para tal feito contratou o Barão de Eschwege. Sua inspiração foram os antigos palácios Bávaros à beira do Rio Reno como o Rheinstein.

Parque Nacional de Pena - Sintra.
Parque Nacional de Pena – Sintra.
Patrimônio da Humanidade
Fonte: http://www.parquesdesintra.pt/

Ao explorar o lugar o viajante vai se dar conta da beleza dos caminhos serpenteantes, dos bancos de pedra ao longo do caminho, dos jardins belíssimos e das vistas espetaculares. O Palácio da Pena foi classificado como Monumento Nacional em 1910 e integra-se na Paisagem Cultural de Sintra, classificada pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade desde 1995.

2

Praia de Armação de Pera, Silves, Algarve

Desde os Romanos até hoje, uma das melhores praias do País.

Armação de Pera Fonte: visitportugal.pt
Armação de Pera
Fonte: visitportugal.pt
Não, você não leu errado. Desde os Romanos. Sim, eles estiveram por aqui e já desfrutavam deste paraíso há muito tempo. Há evidências históricas de que o Império Romano fundou povoados por aqui onde hoje se localiza a Vila de Armação de Pera. bem próximo à costa foram encontrados vestígios de tanques para a produção e conservação do condimento à base de peixe denominado”Garum” muito usado pelas legiões Romanas. O nome deriva do nome da Aldeia de Pescadores, Aldeia de Pera que usavam “Armações” destes, que eram casas para as ferramentas e utensílios e serviam igualmente de residência para a população.

Pêra está localizada numa pequena colina, como quase todo o litoral Português, conferindo a ela um aspecto mais íngreme, intocado. Ainda se podem ver vestígios poucos vestígios do Forte de Santo António da Pedra da Galé, erguido no século XVI para defender a região contra piratas e invasores. Em 1720, dentro do forte foi construído uma pequena capela dedicada a Santo António. O próprio forte, como também todas as redondezas, ficaram destruídos em 1755 pelo terrível terremoto.

Praia da Armação de Pera – Silves Fonte: +Portugal

Um destino procuradíssimo ele tem muito a oferecer. Suas belíssimas praias se prestam às longas caminhadas por onde se vislumbram as famosas falésias portuguesas que tanto encantam e as incríveis enseadas da costa e ainda as impressionantes dunas. Se recomenda também um passeio de barco pela orla! Vale muito à pena!

Armação de Pêra é um destino de férias muito popular graças a sua grande oferta de belíssimas praias que se estendem por muitos quilómetros a partir da Praia Grande e ao longo da baía da Ria de Armação e da própria localidade de Armação de Pêra. Continuando para oeste, seguem-se falésias e enseadas pitorescas com pequenas praias de areia e outras praias interessantes como a Praia do carvoeiro que também é muito bela porém de acesso difícil! Explore a região e se encante!

3

Serra da Arrábida e Península de Tróia – Setúbal

Um lugar Mágico e Inesquecível!

Setúbal e Serra da Arrábida Fonte: Turismo de Lisboa
Setúbal e Serra da Arrábida. em primeiro plano o Convento da Arrábida
Fonte: Turismo de Lisboa

Relembrar Portugal é relembrar Setúbal e a Serra da Arrábida. Quando morei em Portugal, foi em Setúbal que residi. Setúbal uma cidade muito agradável e de muita vivacidade! Habitantes ilustres como Bocage e Luiza Todi por ali viveram. E a Serra da Arrábida, que fica muito próxima era um destino bastante comum de final de semana para caminhadas, pedaladas e muitas atividades o ar livre. O lugar é encantador e a pequena península de Tróia também é marcante. Um lugar onde se pode descansar, acampar passar o dia com amigos e fazer muitas atividades. Não é de admirar que o lugar por vezes fique lotado e aconteçam engarrafamentos enormes. A urbanização e condomínios de luxo é bastante presente no lugar, mas ainda assim o lugar permanece belo e quase intocado em determinadas áreas. O acesso é fácil por Ferry Boat.

Setúbal e Arrábida. Fonte: Lonely Planet
Setúbal e Arrábida.
Fonte: Lonely Planet

A Península de Tróia é um dos lugares mais bonitos da região. É uma faixa de areia branca e quase sem fim se estendendo por mais de 17 quilômetros e fica ao sul de Setúbal, a cerca de 1 hora de Lisboa pela Auto Estrada. Fica ali o estuário do Rio Sado que ao se juntar ao Atlântico cria uma península de águas azuladas e muito bonita! Um destino privilegiado. Os Romanos também estiveram por aqui e ainda se podem ver vestígios de sua presença e estes locais podem ser visitados.

Próximo a Tróia, se encontra a cidade Romana de Cetóbriga, que é onde ficam as ruínas do próspero mercado de peixes da época. Em Carrasqueira, mais ao longo da Lagoa, é um lugar tradicional onde se pode conhecer a Tróia de antigamente, onde seus habitantes ainda conservam o jeito simples e as casas simples do passado em sua comunidade de pescadores.

4

Ilhas Berlenga, Peniche

Piratas e Belezas Naturais.

Forte de São João Baptista, Ilha Berlenga Grande Fonte: www.superamazingplaces.com
Forte de São João Baptista, Ilha Berlenga Grande
Fonte: www.superamazingplaces.com

As Ilhas Berlenga, que ficam em Peniche são um daqueles lugares que você não acredita que pudessem existir. São consideradas as mais belas desta região do Atlântico e são banhadas por águas esmeralda e visitadas por aves raras de todas as partes do mundo. Os locais acreditam que as ilhas são cercadas de mistérios e estes não se atrevem a tentar decifra-los. Verdade ou não, o lugar é visitado por centenas de exploradores, turistas e curiosos, atraídos por sua beleza… e talvez por seus “mistérios”.

A principal ilha, Berlenga Grande, chamada de Ilha de Saturno pelos Romanos -Eles mais uma vez! – fica a cerca de 12 km da terra firme e o ferry boat te leva lá em cerca de uma hora. Um dos pontos altos é o Forte de São João Baptista, construído no século XVII, um poderoso forte construído para vencer as investidas dos numerosos piratas, Vikings, Corsário e exércitos inimigos. Resistiu durante anos e anos! Por volta de 1513 estabeleceu-se ali um mosteiro da ordem dos Jerônimos, O Mosteiro da Misericórdia de Berlenga, com a intenção de auxiliar os navegadores e auxiliar os náufragos do inclemente mar.

Explorar os recifes e as formações rochosas que se encontram nas ilhas é obrigatório! Mergulhar nas enormes grutas submarinas é outra aventura espetacular, mas que exige preparo, conhecimento e companhia de experts. Os mergulhos em geral tem início na Gruta da Lagosteira que tem 10 metros de profundidade, em seguida indo para Furado Grande o mais espetacular passeio de todos, que possui 8 metros de profundidade e se abre na Gruta dos Sonhos, que é ladeada por rochas graníticas vermelhas impressionantes e cria um túnel de 70 metros de comprimento!

Furado Grande, Berlenga Fonte: www.traveleuropa.ro
Furado Grande, Berlenga
Fonte: www.traveleuropa.ro

Mergulho com inicio na gruta da Lagosteira com uma profundidade de 10 metros, passando depois para o Furado Grande, com profundidade de 8 metros e que dá acesso desde o lado sul da ilha à Cova do Sonho, que na sua parte mais funda tem 12 metros. Com boa visibilidade, sem dificuldade mas com cuidados a ter com os barcos que pelo furado vão à Cova do Sonho.

5

Praia do Ribeiro do Cavalo, Sesimbra

Praia do Ribeiro do cavalo em Sesimbra. O segredo mais bem guardado da Costa da Arrábida Fonte:
Praia do Ribeiro do cavalo em Sesimbra. O segredo mais bem guardado da Costa da Arrábida
Fonte: +Portugal

O Caribe de Portugal: Um dos segredos mais bem guardados da Costa!

A cor das águas chega a assustar! isto somado ao acesso dificílimo, onde se vai de carro até uma certa parte e o resto se desce a pé, dá à espetacular praia do Cavalo ou do Ribeiro do Cavalo uma aura de mistério e um senso de preservação que invade nosso espírito! O lugar é deslumbrante, mas não é para todos. Assim como você vai encontrar no brasil, Praias Secretas, onde ninguém vai fazer o mínimo esforço para levar você nelas, nesta também você vai encontrar dificuldade. É um dos segredos mais bem guardados desta região da Costa Portuguesa.

As águas transparentes de Sesimbra na Ribeira do cavalo
As águas transparentes de Sesimbra na Ribeira do cavalo.
Fonte: Olhares.pt

O acesso não é fácil e com crianças a coisa pode se complicar, mas o esforço compensa muito quando se chega lá.  A paisagem vale por si só todo seu esforço, especialmente quando se chega em um ponto de onde do alto se pode avistar a praia. Pode acreditar… as águas são transparentes!

A região é impressionante para se fazer mergulhos e nós já fizemos alguns lá e posso garantir que é sem palavras. O acesso de barco é bem mais fácil e há um ponto de apoio para quem vai desta forma.

3d postman with envelope and bag

Está gostando deste artigo? Faça como muitos outros leitores!

Seja um assinante Viagem e Arquitetura!

E receba atualizações, dicas e muita coisa legal para tornar ainda melhor sua próxima viagem!

É super simples e não leva nem 2 minutos!

Não fazemos spam! Odiamos isto também!
E você pode se descadastrar a qualquer momento!
6

Ilhéu da Vila da Franca, Açores

Um paraíso bem perto da Costa Portuguesa!

Ilheu de Vila Franca
Ilhéu de Vila Franca
Fonte: +Portugal
Situado na Ilha de São Miguel, nos Açores, o Ilhéu de Vila da Franca é uma pequenina ilha de origem vulcânica que fica bem próxima da costa, a cerca de 500 metros da vila. A região dos Açores é rica em história e seu povo é bastante orgulhoso dela. A maior ilha de todo o arquipélago, São Miguel tem cerca de 65 km de extensão e é de uma beleza impressionante.  A capital, Ponta Delgada é o ponto de partida para Tours de 1 dia para os espetaculares cenários idílicos da escarpada costa Açoriana, onde se vêm crateras vulcânicas, ou caldeiras com suas lagoas, fontes termais no interior da ilha e algumas ilhas bem pequenas muito bonitas, como é o caso do nosso Ilhéu, ou ilha pequena.

Ilheu de Vila da Franca - Praia Interna
Ilhéu de Vila da Franca – Praia Interna
Fonte:www.historiasdabida.info

Há em certas épocas transporte regular ao Ilhéu que vale a pena ser visitado. Mas os Açores devem ser explorados completamente! Visite os mirantes em especial o Miradouro da Madrugada que possui uma área de Jardins linda, as caldeiras e as lagoas! É imperdível!

7

Sagres

Os limites do Mundo!

Sagres, Portugal
Sagres, Portugal Fonte: Google.com

A história de Sagres se confunde com os Grandes Descobrimentos. Sua preciosa localização geográfica esculpida pelos majestosos promontórios com mais de 50 metros de altura que caem vertiginosamente sobre o raivoso mar inspirou a coragem e a curiosidade de intrépidos navegadores que deixaram sua terra natal e desbravaram os “Mares nunca d’antes navegados” para marcarem seu nome nos mapas da história. Para estes, Sagres era o fim da terra conhecida! Aqui acabava o mundo!

Sagres, Portugal
Sagres, Portugal
Fonte: www.sagres.net

Aí, o Infante Don Henrique, que era um navegador nato fixou sua residência e aí também fundou a escola de Navegação de Sagres, uma das mais importantes da História, atraindo os melhores cartógrafos, astrônomos, navegadores e aventureiros de todos os lugares. Pedro Alvares Cabral, Fernão de Magalhães e Vasco da Gama todos frequentaram Sagres e daí lançaram suas caravelas de longo curso rumo ao desconhecido! A cada ano novas expedições eram lançadas, penetrando cada vez mais fundo no desconhecido que se estendia além dos limites da terra!

A gigantesca Rosa dos Ventos de Sagres.
A gigantesca Rosa dos Ventos de Sagres. Conta a História que era utilizada pelo próprio D. Henrique.
Fonte: pt. wikipedia.com

Após a morte do Infante Don Henrique, os estudos Marítimos se voltaram para Lisboa e Sagres caiu na obscuridade. Hoje ela é um dos recantos mais afastados e pouco visitados do país, atraindo mochileiros e algumas famílias, surfistas e mergulhadores. A vila de Sagres foi reconstruída por sobre as ruínas da cidade criada por D. Henrique. A pequena fortaleza que ali havia, a Fortaleza de Baleeira, foi destroçada pelo Pirata Francis Drake em 1587  e mais uma vez em 1755 durante o grande terremoto. A gigantesca Rosa dos Ventos de Sagres se encontra na fortaleza de Sagres, e éum das atrações locais. Tem cerca de 43 metros de diâmetro e data do século XVII. A cidade é pequenina, não mais que um avenida principal, mas a visita à história vale a pena!

8

Convento de Cristo – Tomar

O Misterioso mundo dos Templários pode ser visto aqui!

O monumental Convento de Cristo em Tomar, Portugal.
O monumental Convento de Cristo em Tomar, Portugal.
Fonte: www.intercaravanas.com
Uma das construções mais espetaculares de Portugal e igualmente de todo o Velho Continente, o Convento de Cristo, “como é conhecido o conjunto monumental constituído pelo Castelo Templário de Tomar, o convento da Ordem de Cristo da época do Renascimento, a cerca conventual, hoje conhecida por Mata dos Sete Montes, a Ermida da Imaculada Conceição e o aqueduto conventual, também conhecido por Aqueduto dos Pegões. O castelo teve a sua fundação em 1160 e compreendia a vila murada, o terreiro e a casa militar situada entre a casa do Mestre, a Alcáçova, e o oratório dos cavaleiros, em rotunda, a Charola, esta concluída em 1190.” – Texto Conventocristo.pt

O Convento de Cristo em Tomar se ergue por sobre a cidade.
O Convento de Cristo em Tomar se ergue por sobre a cidade.
Fonte: DK Publishing

A cidade de Tomar, cujas origens são bem ligadas aos Templários, foi fundada em 1157 por Gualdim
Pais, o primeiro Grão Mestre da Ordem dos Templários em Portugal. A cidade é pequena e dominada pela presença do Convento de Cristo.

A história da construção do Convento de Cristo é intrigante e tem vínculos com a presença Romana, Visigótica e Muçulmana nesta região de Tomar. Os vestígios destas três culturas ainda podem ser percebidos na cultura e no dia a dia desta população tão amigável. Porém o nome mais importante e que hoje dá uma aura de mistério e fascinação ao lugar é a referência à Ordem dos Templários, que tiveram intensa participação religiosa e militar durante seculos chegando lentamente ao brutal extermínio, perseguidos por Filipe IV da França, que iniciou sua perseguição em 1307 e não descansou até que o último Templário fosse queimado vivo em Outubro de 1314.

Entretanto, em Portugal o desfecho foi bem diferente.  O rei D. Diniz, numa atitude ousada e poderosa, recebe os remanescentes Cavaleiros Templários e seus bens dando a eles uma nova denominação: A Ordem de Cristo.

Os templários e a Ordem de Cristo

Templário
Templário
Fonte: www.culturamix.com
Em Portugal, A Ordem dos Templários, agora denominada Ordem de Cristo segue, como no tempo dos Templários, tem no abade de Alcobaça o seu juiz espiritual e visitador. Semelhante ao dos Templários, o hábito dos cavaleiros é branco com a cruz avermelhada, mas a sua forma é mudou um pouco. Na Templária se viam braços curtos enquanto na Ordem de Cristo a Cruz passa a ter braços direitos com serifas nas pontas e vazada a branco no meio.

A história da Chamada “Cruz Pátea”, também popularmente conhecida como “Cruz dos Templários” é igualmente um capítulo interessante. E suas ramificações são vista por toda a sociedade desde estes tempos imemoriais das cruzadas e dos Templários iniciais que migraram para a Ordem de Cristo. Veja a evolução da Cruz Pátea:

A evolução da Cruz Pátea ao longo das eras.
A evolução da Cruz Pátea ao longo das eras.
  1. Cruz dos Templários – Observar o formato com as bordas das pontas côncavas.
  2. Cruz dos cavaleiros Teutônicos – Bem menos curvadas as bordas.
  3. Cruz Pátea Arredondada – Usada pelos Templários de Portugal mas também associada à Igreja de Inglaterra, A Cruz de Cantuária.
  4. Variante Cheia, presente em poucas ocasiões. De origem incerta.
  5. Cruz Triangular – Se percebe a diferença pois apenas lembra as demais, por isto não é considerada Cruz Pátea. É uma variante da Cruz de Malta.
  6. Cruz de Cristo – Segue um trajeto reto inicial para depois se curvas. Muito simbólica e histórica. A cruz usada pela Ordem de Cristo.
Convento de Cristo em Tomar.
Convento de Cristo em Tomar.
Fonte: www.estatuasvivas.com

Sua arquitetura é riquíssima e se funde por vários Estilos Arquitetônicos. Se pode perceber a presença do Estilo Românico no castelo próprio das fortificações da época, uma variável Gótica nos Claustros e também variantes do Renascimento Manuelino e Italiano em diversas outras áreas. Uma visita rica e impressionante marcará sua estada aqui em Tomar.

Em outro Post traremos mais detalhes sobre este e outros interessantíssimos monastérios de Portugal.

9

Mosteiro de Alcobaça – Alcobaça

A maior igreja de Portugal e o mais importante monumento Gótico do país!

Mosteiro de Alcobaça Foto de Raymond Hadad
Mosteiro de Alcobaça
A maior igreja de Portugal, o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça é um dos maiores exemplos da arquitetura medieval. Fundado em 1153 está intimamente ligada à chegada da Ordem de Cister em Portugal por volta de 1138 e nos primórdios do nascimento da Nação Portuguesa. Sua criação adveio do voto feito pelo rei Afonso Henriques que conquistou e expulsou os mouros de Santarém de construir uma igreja para para os Cistercianos, juramento completado em 1223.

A interessante história da cidade de Alcobaça está muito relacionada à presença da Ordem de Cister e ao rei Henriques que resultou na construção desta prodigiosa obra arquitetônica às margens do rio Alcoa e do rio Baça. Apesar desta relação entre rei e Ordem Cristã, a origem de Alcobaça mais uma vez se remete aos Romanos, que por aqui fincaram raízes e permaneceram por longo período. Isto se percebe pelo nome inicial do povoado: Helcobatie. Mais tarde, com a expulsão dos Romanos e domínio Árabe, seu nome passou para Al-Cobaxa.

As construções Cistercienses nunca serão vistas dentro das cidades e sim afastadas delas de forma a promover uma maior aproximação com o divino. O uso da arquitetura com o maior intento de racionalizar os espaços era uma característica marcante. Vai se observar muito poucos adornos e elementos decorativos, nada que distraia a atenção. Os revestimentos geralmente remetem à pureza, de forma que são brancos, como se vê na espetacular Nave central, toda Branca.

Mosteiro de Alcobaça e seu revestimento Branco na Nave central.
Mosteiro de Alcobaça e seu revestimento Branco na Nave central.
Fonte: Google

A austeridade não significa falta de liberdade arquitetônica. Por toda a igreja se vê as espetaculares colunas góticas que sustentam a construção, austeras mas belíssimas!

A espetacular arquitetura Gótica do Mosteiro de Alcobaça.
A espetacular arquitetura Gótica do Mosteiro de Alcobaça.
Fonte: Wikipedia.pt

Quer conhecer um pouco mais?

Um Amor Trágico: A morte de Inês de Castro

A trágica história de Inês de castro ainda ressoa por todo o território de Alcobaça. O herdeiro na sucessão do Rei Afonso IV, Pedro foi obrigado a se casar com Constanza, de Castela, mesmo estando apaixonado pela bela Inês de Castro. Com a morte de Constanza, Pedro passa a morar em Coimbra e leva Inês consigo. Afonso IV achando que a família de Inês era perigosa, trama a morte dela, o que ocorre em Janeiro de 1355. Afonso devastado não consegue se vingar do pai e permanece em depressão durante anos. Com a morte do pai, Pedro decide se vingar e manda matar os assassinos de sua amante e pede para que arranquem seus corações e os joguem fora. em seguida manda exumar o corpo de Inês e faz uma festa de casamento e manda que todos se ajoelhem perante ela e beijem sua mão putrefata e decomposta! Terrível história de amor e ódio!

Túmulo de D. Pedro I de Castela
Túmulo de D. Pedro I de Castela
Fonte: Wikipedia
Túmulo de D. Inês de Castro
Túmulo de D. Inês de Castro
Fonte: Wikipedia

Os túmulos se encontram lado a lado como sempre fora o desejo original de D. Pedro I de Castela. Os túmulos são feitos no mais puro estilo Gótico e em calcário. Os túmulos possuem ricas inscrições como a Roda da Fortuna e a Roda da Vida que contam a história do amor entre os dois. Vale a pena conferir.

10

Praia do Algar do José Rodeira – Benagil, Lagoa

Espetáculo impressionante e desconhecido!

Praia do Alga
Praia do Algar
Fonte: Google
Para encerrar este passeio pelos mais belos lugares de Portugal, nada melhor do que terminar com um dos lugares mais belos da Costa Portuguesa e reconhecidamente um dos maiores espetáculos da natureza, presente em pouquíssimos lugares, o Algar de Benagil.

O Algar, que é um termo de origem árabe, significa Caverna que em geral é escavada por movimentos de lava ou da água e sua orientação é predominantemente verticalizada. No Algarve, na região de Benagil se encontra um destes exemplares.

Algar de Benagil
Algar de Benagil
Fonte: www.cm-lagoa.pt

“Trata-se de um acontecimento geológico pouco frequente – uma praia de areia fina que ocupa o interior de um enorme algar, criando o ambiente mágico de uma história das mil e uma noites! O enorme vazio no seio do maciço calcário inspira-nos uma sensação semelhante ao que se respira no interior das grandes catedrais góticas… Por fim, não há palavras suficientes para descrever este templo dedicado à força criadora da Natureza.” – Texto Autarquia de Lagoa.

Service title
Autarquia de Lagoa site tem fotos espetaculares. Vale dar uma conferida nelas! 

Quer conhecer um pouco mais?

Estes sites têm muita informação  para você:

As fotos mais bonitas de Portugal estão aqui no Portugal+

Fotos e fatos legais sobre o Convento de Cristo: UNESCO 

Convento de Cristo em Portugal – Website

Portugal “Nunca D’antes Descoberto!”

Padrão dos Descobrimentos - Lisboa
Olhando para o Futuro! Descubra Portugal!

Esta é uma pequena amostra de alguns lugares e de viagens maravilhosas que você pode fazer dentro deste país que poucos exploram! Estes são lugares de sonho, recheados de história, impregnados por uma beleza indiscutível. Por vezes envoltos em uma aura de arquitetura milenar e por vezes trazem uma herança triste e trágica! Esperamos que com algumas desta imagens possamos instilar em você aquele desejo de explorar estes e outros lugares de Portugal!

Você já esteve em algum destes lugares antes? Qual foi sua experiência? Tem fotos? Qual sua maior recordação? Quer sugerir algum outro lugar marcante de Portugal?

Em outro Post falaremos de algumas cidades impressionantes de Portugal, como a Inigualável Évora que traz sua igreja feita de ossos!

Um grande abraço e até a próxima!

[optin-monster-shortcode id=”yi9ert1ogxe2suvo”]

About Giovani da Costa

Giovani é médico. Junto com sua esposa criaram o blog Viagem e Arquitetura( viagemearquitetura.com.br) com uma proposta diferente do que há no mercado de blog de viagens. Trazer informações sobre Arquitetura e História relacionada aos destinos. Você pode encontrá-lo no Google+, Twitter e Facebook.

Check Also

Roma

10 Regras de etiqueta a bordo de aviões que você precisa conhecer hoje mesmo! – Infográfico

iajar é sem dúvida o desejo e aspiração de muita gente! Quem afinal de contas …

La mano Punta del este

Um passeio por Punta del Este, Uruguai – O que fazer e o que conhecer!

  Uruguai é o país mais surpreendente da América do Sul! Neste post vamos passear por …

alberobello

Alberobello, Itália. Um tesouro escondido que poucos conhecem!

Esta cidade da Itália, que poucos além dos próprios Italianos conhecem, é Patrimônio Mundial pela …

Obrigado por ler nosso post! Você gostou? Qual a sua opinião sobre ele?